Pisa foi uma das primeiras paragens da nossa Road Trip Italiana. Aqueles que viajam para Pisa, e acham que só vão tirar selfies enquanto simulam que seguram a torre, estão enganados.

Há mais experiências a viver nesta pequena cidade. Antes de visitar a famosa torre, pode sentar-se nas numa das muitas esplanadas aí perto, a degustar o queijo bacchelato, a sopa de peixe cachucco, a massa e as bruschettas crocantes com trufas brancas ou pretas. Se acompanhar tudo com um copo de Chianti, fica claro que em Pisa o mais importante é aproveitar a fabulosa atmosfera do seu centro histórico, e não andar só a correr de uma fila de turistas para a outra.

Quando visitar Pisa

Pisa fica na região da Toscana, bastante perto do mar, tendo por isso um clima temperado e húmido. A época mais chuvosa começa no fim do outono e estende-se até fevereiro. Quase não chove durante o mês de julho e agosto, e nessa altura do ano, a temperatura pode ultrapassar os 30ºC. Nós visitámos a cidade na primeira semana de outubro e acabámos por apanhar um excelente tempo. Não muito quente, mas o suficiente para calções e t-shirt, com um céu limpo e um sol radioso.

Como visitar Pisa

A zona principal da cidade, onde se encontram os monumentos mais conhecidos, fica concentrada num só sitio, pelo que torna a visita a pé extremamente fácil. Se se deslocarem até Pisa de carro, então a tarefa ainda está mais facilitada. Mesmo junto às muralhas que rodeiam a zona da Torre de Pisa, encontram um parque de estacionamento, Parcheggio Via Piave, com muitos lugares disponíveis. Se fizerem a vossa visita a um domingo, então ainda melhor, o estacionamento é gratuito.

Torre Inclinada de Pisa

A Torre Inclinada de Pisa é um dos marcos mais famosos de Itália. Esta torre, que se tornou um dos símbolos do país, está localizada na Piazza dei Miracoli (também conhecida como Piazza del Duomo), dentro das muralhas do centro histórico. A zona urbana da cidade, por sua vez, está localizada fora das muralhas. Esta estrutura de oito níveis deve a sua popularidade, em primeiro lugar, ao desvio do seu eixo vertical perfeitamente visível a olho nu, bem como à sua aparência arquitetónica única. Todos os anos, milhares de turistas visitam a cidade para ver a torre.

Mas podem fazer mais do que ficar apenas a admirar o “equilibrismo” da torre, também podem subir ao topo desta. Daí é possível apreciar as vistas deslumbrantes da cidade e das redondezas, além de poderem tirar fotografias panorâmicas de todo o cenário desta atração.

A Torre Sineira, ou campanário, faz parte do conjunto arquitetónico e religioso da cidade, juntamente com a Catedral de Pisa – o Duomo di Santa Maria Assunta , o Batistério de San Giovanni e o cemitério monumental de Campo Santo. Em 1987, o complexo foi incluído na Lista do Património Mundial da UNESCO.

Visita à Torre de Pisa – Restrições e Alertas

Devido à sua inclinação, e ao facto de continuar a “afundar-se” no terreno arenoso onde foi construída, existem restrições à entrada que devem ser respeitadas. O número de pessoas que podem subir é limitado e o tempo de permanência no seu interior é de meia hora no máximo. As crianças com menos de 8 anos, não podem entrar na torre. E dos 8 aos 18 anos, apenas podem entrar quando acompanhadas por um adulto. Devido à altura e à subida difícil dentro da Torre, a visita não é recomendada a pessoas com dificuldades de mobilidade, problemas cardíacos ou vertigens (são 251 escadas).

O tempo de entrada registado nos bilhetes pode estar sujeito a alterações, dependendo da afluência de turistas e disponibilidade de visita à Torre. Quando comprados on-line, é necessário escolher uma data e hora de visita. Atenção, a hora tem que ser estritamente respeitada, tendo apenas 15 minutos de tolerância. Se falhar o horário escolhido por mais de 15 minutos, o bilhete fica inutilizado.

A visita é possível de novembro e fevereiro, todos os dias das 9h45 às 17h15, de dezembro e janeiro das 10h às 17h, das 9h às 18h até 23 de março, das 9h às 20h de abril a setembro, e das 9h30 às 19h em outubro. O bilhete custa 18€ (mais 2€ quando comprado on-line).

Batistério de San Giovanni

O Batistério de San Giovanni em Pisa, é um monumento extraordinário da arquitetura italiana. É o maior Batistério, não apenas em Itália, mas em tudo o mundo. A altura da estrutura é de 54,86 metros, com um diâmetro de 34,13 metros e uma impressionante espessura da parede, na sua base, de 2,63 metros.

A cúpula do batistério é revestida a azulejos vermelhos do lado que se encontra no sentido do mar e de folhas de chumbo do lado oposto. O Batistério de San Giovanni, funciona diariamente, mas o horário de funcionamento varia de acordo com a época do ano. De janeiro a março, as visitas são possíveis das 9h às 18h, no final de março e até maio, o horário é prolongado em 1 hora. De 10 de maio a novembro o batistério fica aberto das 8h às 10h., e em dezembro das 09h às 19h. A entrada no edifício é permitida até 30 minutos antes da hora de encerramento. O Batistério fecha a 1 de janeiro e a 25 de dezembro.

Catedral de Pisa (Duomo di Pisa)

A Catedral de Pisa (Duomo di Pisa) é um cartão de visita desta cidade, localizada no coração da ensolarada Itália. Todos os anos, milhares de turistas visitam esta fantástica Catedral, o que obriga a longas esperas nas filas para entrar. Juntamente com a Catedral de Pisa, na Praça dos Milagres, a Torre Inclinada e o Batistério de San Giovanni compõem um postal deslumbrante.

Apesar de ter sido sujeita, ao longo da sua história, a uma reconstrução, o valor cultural da catedral manteve-se intacto, pelo que, em 1987, o Duomo di Santa Maria Assunta foi incluído na lista da UNESCO como parte do conjunto da Piazza dei Miracoli. A aparência da Catedral de Pisa é única e, portanto, facilmente reconhecível em todo o mundo. Vista de cima, tem a forma de uma cruz grega e uma enorme cúpula em forma de ovo.

Durante o inverno (de dezembro a fevereiro), o monumento arquitetónico está aberto a visitas das 10h às 12h45 e das 14h às 17h, enquanto que, de 22 a 6 de janeiro as visitas são das 10h às 18h.
Em novembro, das 10h às 12h45 e das 14h às 17h, exceto no dia 1. Neste dia, o templo está aberto das 13h00 às 16h30. Na primeira quinzena de março, o tempo de visita aumenta para as 19h00. Na primavera e no verão, a catedral está aberta a partir das 9 da manhã.

Dicas e conselhos

Ao redor da Piazza dei Miracoli, para lá dos relvados, encontram-se muitos e bons restaurantes. Nós almoçámos no L’Europeo, onde a comida e a vista eram fantásticas. Mas almoçar com vista para a Torre tem o seu preço. Nesta zona, e devido à grande afluência de turistas, o preço dos restaurantes é mais elevado.

É possível, ainda nesta parte dentro das muralhas, ver vários edifícios antigos e alguns museus e pequenos palácios. E para quem viaja com crianças, tem ainda a opção de visitar o Vale do Chocolate ou o Sunlight Park. Nós optámos por seguir viagem e acabamos por não visitar estes parques.

Beleza do Destino
Custo
Acessos Fáceis